Pneumonia por micoplasma: como reconhecê-la e tratá-la nasshliski

Micoplasma que causa pneumonia pode ser resistente a alguns antibióticos

Foto: Shutterstock

NA ÁREA DE RISCO – PULMÕES

– Elena Nikolaevna, que tipo de pneumonia existe?

– A pneumonia é uma doença inflamatória dos pulmões que pode ser causada por diversos microrganismos, principalmente bactérias (pneumococos, Haemophilus influenzae, micoplasma) e vírus (vírus influenza, vírus RS, coronavírus).

– Então, o que é pneumonia por micoplasma? Como é diferente de outros tipos de pneumonia?

– A pneumonia por micoplasma é uma doença infecciosa dos pulmões, causada pela bactéria Mycoplasma pneumoniae, que são os menores microrganismos intracelulares de vida livre que podem causar doenças em humanos, mais comuns em crianças e jovens. Devido ao seu tamanho muito pequeno e localização dentro das células, às vezes os medicamentos não conseguem alcançá-las.

É importante ressaltar que a pneumonia por micoplasma pode apresentar sintomas semelhantes a outros tipos de pneumonia (tosse, dor no peito, febre, fraqueza e fadiga), por isso um médico deve ser consultado para diagnóstico e tratamento precisos.

DIFICULDADES DE DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO

– Por que a pneumonia por micoplasma é considerada perigosa, quais as dificuldades do seu curso e tratamento?

– A pneumonia por micoplasma é difícil de diagnosticar porque seus sintomas podem ser semelhantes aos de outras infecções respiratórias. Isto pode atrasar o início do tratamento e aumentar o risco de complicações.

Em algumas pessoas, esta pneumonia pode ser crónica ou voltar após uma breve recuperação.

O micoplasma que causa pneumonia pode ser resistente a alguns antibióticos, dificultando um tratamento eficaz. Às vezes, é necessária terapia combinada. Medicamentos modernos que ativam uma resposta imunológica específica e ajudam a aumentar a eficácia da terapia antibacteriana, por exemplo, a rafamina, podem ajudar os antibióticos.

O tratamento da pneumonia por micoplasma geralmente envolve o uso de antibióticos como macrólidos ou tetraciclinas. Porém, como já mencionado, a resistência a alguns medicamentos é possível, podendo ser necessário complementar o regime de tratamento com medicamentos que ativem o reconhecimento e a destruição do microrganismo tanto fora como dentro das células.

COMO SABER QUE VOCÊ ESTÁ SAUDÁVEL

– Existem maneiras de se proteger dessa doença, da pneumonia por micoplasma?

– Em primeiro lugar, tente evitar locais onde muitas pessoas se reúnem em ambientes fechados, principalmente se estiverem tossindo ou espirrando.

Apoie o seu sistema imunológico: Comer bem, ser fisicamente ativo, dormir o suficiente e controlar o estresse ajudará a manter o seu sistema imunológico em boa forma.

– Como você entende que a terapia para pneumonia por micoplasma é tão eficaz quanto possível e que você está fazendo todo o possível para se recuperar rapidamente?

– Os principais indicadores da eficácia do tratamento da pneumonia por micoplasma incluem a melhoria dos sintomas, bem como a normalização dos parâmetros laboratoriais, como contagem de glóbulos brancos e proteína C reativa. O médico irá monitorar esses indicadores e avaliar a condição.

Também é importante seguir todas as recomendações do seu médico e completar o tratamento com antibióticos, mesmo que comece a se sentir melhor. Isso ajudará a prevenir recaídas ou complicações.

IMPORTANTE!

É possível curar a pneumonia sem antibióticos?

“No caso de pneumonia leve, causada por vírus e que não requer internação, o médico pode recomendar tratamento sintomático”, explica Elena Popova. – Se a causa da pneumonia for bacteriana, é necessário tratamento com antibióticos. Tenha em mente que se a pneumonia for causada por um vírus, os antibióticos não serão eficazes.

Leave a Comment