Comprometimento de memória e falta de atenção em jovens: mitos e realidade nasshliski

Se o esquecimento começar a interferir na vida normal, é hora de consultar um especialista.

Foto: Shutterstock

A ausência de deficiências de memória e atenção é a chave para o bem-estar dos jovens. Portanto, a desatenção, a distração e a dificuldade em lembrar informações podem ter um impacto negativo na qualidade de vida dos jovens. Falaremos sobre distúrbios de memória e atenção em tenra idade com o professor do Departamento de Neurologia da Faculdade Federal de Pós-Graduação da Universidade Nacional Russa de Pesquisa Médica que leva seu nome. NI Pirogov, Doutor Homenageado da Rússia Anatoly Fedin.

ESQUECI – NÃO ME LEMBRO O QUE EXATAMENTE

– Anatoly Ivanovich, diga-me quando a situação se repetir: você vem, por exemplo, para a cozinha e não lembra por que veio. Ou você abre o messenger e não lembra por quê. Isso é normal ou é um motivo para soar o alarme?

– O esquecimento na realização de tarefas rotineiras do dia a dia é um fenômeno que muitas pessoas enfrentam, mesmo em tenra idade. Além de possíveis problemas de memória, esses momentos podem ser decorrentes de estresse, cansaço ou mesmo simplesmente de distração com outra coisa que esteja ocupando ativamente nossa atenção. Vale ressaltar que problemas temporários de memória podem estar associados não apenas à fadiga mental, mas também a fatores ambientais, como ruído ou múltiplas distrações. É importante lembrar que o cérebro processa constantemente uma grande quantidade de informações e, às vezes, alguns pequenos detalhes podem ser perdidos temporariamente. Porém, se esses casos se tornarem sistemáticos e começarem a interferir no funcionamento normal, é um sinal para entrar em contato com um especialista para fazer uma avaliação mais aprofundada da situação e, possivelmente, receber recomendações para melhorar a memória e as habilidades cognitivas. .

– É verdade que o uso prolongado de gadgets prejudica a memória e a concentração?

– Pesquisas mostram que passar muito tempo em frente às telas pode ter um impacto negativo na memória e na capacidade de concentração. Este efeito é especialmente perceptível em pessoas que realizam várias ações simultaneamente, cujo cérebro processa simultaneamente vários fluxos de informação. Alternar constantemente a atenção entre aplicativos, como ler mensagens e ouvir música, pode causar dissonância e fadiga cerebral, dificultando a lembrança e o processamento de informações. Além disso, os especialistas recomendam fazer pausas regulares enquanto trabalha ou joga em dispositivos para dar aos olhos e ao cérebro uma chance de descansar. Mas esse descanso é condicional, quando a informação não vem de fora, nosso cérebro participa da atividade analítica ativa, processa as informações que chegam, constrói novos planos e programas e o pensamento é formado.

E JÁ QUE ESTAMOS SEM GADGETS…

– Claro, existem regras e recomendações sobre o tempo gasto ao telefone, etc. Mas o que fazer, porque os gadgets agora não são apenas uma forma de ganhar dinheiro, em princípio, toda a sua vida é gasta com eles…

– Na verdade, os gadgets tornaram-se parte integrante da vida quotidiana e servem não só como meio de comunicação, mas também como plataforma de trabalho, aprendizagem e entretenimento. No entanto, é importante perceber que a moderação no uso da tecnologia é um aspecto fundamental para cuidar da sua saúde física e mental. Regular o tempo de tela pode ajudar a reduzir efeitos negativos, como falta de sono, cansaço visual e dificuldade de concentração.

MENU PARA O CÉREBRO

– Existem alimentos, vitaminas, medicamentos, etc. O que os médicos podem recomendar em caso de diminuição da concentração e da memória?

– Para manter a saúde do cérebro e melhorar a função cognitiva, os médicos recomendam frequentemente incluir alimentos ricos em certos nutrientes na sua dieta. Por exemplo, os antioxidantes encontrados em frutas e vegetais ajudam a proteger o cérebro dos radicais livres e a reduzir o risco de desenvolver doenças neurodegenerativas. Os ácidos graxos ômega-3, encontrados em peixes, nozes e sementes de linhaça, são benéficos para a saúde do cérebro e da memória. Além disso, é importante ingerir vitaminas B suficientes, como B6, B12 e ácido fólico, que contribuem para o funcionamento normal do sistema nervoso. Se essas substâncias estiverem faltando na dieta, o médico pode recomendar a ingestão de complexos ou suplementos vitamínicos especiais. Se os problemas de memória e atenção continuarem a ser uma preocupação, os especialistas recomendam agentes vasculares como o extrato de folhas de ginkgo, agentes metabólicos como a glicina, medicamentos nootrópicos como o Prospecta, que ajudam na desatenção, diminuição do desempenho e problemas de memória em pacientes tão jovens quanto. e pessoas mais velhas.

TREINANDO SUA MEMÓRIA

– Existe uma forma de melhorar a atenção e a memória dos jovens sem abrir mão do seu estilo de vida habitual? Ou isso é um mito?

– Existem muitas maneiras de melhorar a atenção e a memória (função cognitiva) sem ter que fazer mudanças drásticas no estilo de vida. Os jovens são incentivados a incorporar exercícios cerebrais regulares na sua rotina diária, como palavras cruzadas e puzzles, jogos de raciocínio lógico, bem como leitura ativa, aprendizagem de novas competências e criatividade. A comunicação social ativa tem um efeito benéfico. Além disso, é importante manter um estilo de vida saudável, incluindo uma dieta equilibrada (ver acima – Ed.), exercício regular e sono suficiente, o que geralmente tem um efeito benéfico na melhoria da atenção e da memória. Particularmente importante é a atividade física constante, que aumenta o potencial cognitivo.

– De que outra forma você pode treinar sua memória e atenção?

– Existem muitos métodos e exercícios que ajudam a treinar a memória e a atenção, uma espécie de aptidão cognitiva. É importante compreender que o cérebro, tal como os músculos, necessita de exercício regular para manter a sua funcionalidade. Vários exercícios que praticam a memorização de novas informações são eficazes no treinamento da memória. Também é benéfico passar algum tempo aprendendo novas habilidades ou idiomas, pois aumenta a atividade cerebral.

Para treinar a atenção, você pode ministrar aulas com tabuleiros Schulte, uma versão de jogo de quebra-cabeça, três vezes por semana e repetir os treinamentos periodicamente.

Leave a Comment