Início Notícias Dezenas de mortos e 140 desaparecidos após barco de migrantes da Somália...

Dezenas de mortos e 140 desaparecidos após barco de migrantes da Somália afundar na costa do Iêmen

7

Um barco que transportava migrantes afundou-se na costa do Iémen, matando pelo menos 49 pessoas e deixando outras 140 desaparecidas, informou esta terça-feira uma agência da ONU.

O barco transportava cerca de 260 somalis e etíopes da costa norte da Somália numa viagem de 320 quilómetros através do Golfo de Áden quando afundou na segunda-feira na costa sul do Iémen, informou a Organização Internacional para as Migrações (OIM) num comunicado.

Setenta e uma pessoas foram resgatadas e a busca continua, disse o grupo, observando que 31 mulheres e seis crianças estão entre os mortos.

O Iémen é uma importante rota para migrantes da África Oriental e do Corno de África que tentam chegar aos países do Golfo para trabalhar. Apesar de uma guerra civil que já dura quase uma década no Iémen, o número de migrantes que chegam triplicou nos últimos anos, de cerca de 27.000 em 2021 para mais de 90.000 no ano passado, afirmou a OIM no mês passado. Cerca de 380 mil migrantes estão atualmente no Iêmen, segundo a agência.

Para chegar ao Iémen, os migrantes são levados por contrabandistas em barcos muitas vezes perigosos e sobrelotados através do Mar Vermelho ou do Golfo de Aden. Em Abril, pelo menos 62 pessoas morreram em dois naufrágios ao largo da costa do Djibuti, quando tentavam chegar ao Iémen. A OIM disse que pelo menos 1.860 pessoas morreram ou desapareceram ao longo do percurso, incluindo 480 que se afogaram.

O naufrágio de segunda-feira “é mais um lembrete da necessidade urgente de trabalharmos juntos para enfrentar os desafios urgentes da migração e garantir a segurança dos migrantes ao longo das rotas migratórias”, disse o porta-voz da OIM, Mohammedali Abunajela.

Fuente