Início Entretenimento Bret Michaels relembra os primeiros dias de veneno ‘extremamente difíceis’

Bret Michaels relembra os primeiros dias de veneno ‘extremamente difíceis’

16

Artigo Bret Michaels relembra os primeiros dias difíceis e ameaçadores de vida com Poison 2

Bret Michaels 2022, A&E Television Networks, LLC Foto: Devin Yalkin

Bret Michaels e sua banda Poison conheciam sexo, drogas e rock ‘n’ roll na década de 1980, mas o estilo de vida do hair metal era difícil para Michaels por um motivo diferente.

Michaels, agora com 61 anos, foi diagnosticado com diabetes tipo 1 quando tinha apenas 6 anos de idade, o que significa que ele precisava ser extremamente cuidadoso para não festejar muito com a banda.

“Quando isso começa a acontecer, as coisas acontecem dia após dia, à medida que você avança”, disse Michaels com exclusividade Nós semanalmente antes do lançamento de A&E’s Biografia: Bret Michaels especial. “Primeiro, você está morando em um armazém em um saco de dormir atrás de uma lavanderia por três anos. Você está tentando fechar um contrato com uma gravadora. Ninguém está contratando você. Tem tudo isso. E houve momentos que foram absolutamente difíceis e potencialmente fatais.”

A família de Michaels o ajudou a encontrar insulina na estrada, mas nem sempre foi fácil conseguir o medicamento de que precisava para permanecer vivo.

“Íamos às clínicas gratuitas e eles tinham que garantir que eu não era um viciado”, lembrou ele. “Porque eles não vão apenas te entregar uma seringa. … Eles passam, testam, verificam, e é uma luta absoluta que eu sabia que estava por vir. Então aprendi a lidar com isso. Mas tive alguns dias absolutamente difíceis.”

As coisas chegaram ao auge em 1987, quando o Poison fez seu primeiro show no lendário Madison Square Garden, em Nova York – e Michaels desmaiou no palco.

“Todas as bandas que amei fui ver lá”, explicou ele. “E eu pensei, ‘É isso’. E cerca de talvez quatro músicas, cinco, entrei em choque de insulina. Apaguei e não me lembro de nada.”

Reportagens da mídia sugeriram posteriormente que Michaels teve uma overdose de drogas, mas ele decidiu corrigir o registro e divulgar seu diagnóstico de diabetes a público.

“O que foi ótimo nisso foi que, em vez do que muitas pessoas pensavam que aconteceria, os promotores iriam embora – ‘Se ele for diabético, e se ele ficar doente? Temos que cancelar os shows’ – eles abraçaram isso comigo”, disse Michaels Nós. “Os fãs abraçaram. E isso foi muito antes da internet, então nas cartas as pessoas diziam: ‘Oh, meu Deus, meu filho é diabético. Eu sou diabético. E adicionou um novo capítulo excelente à minha vida. … O que poderia ter sido um desastre acabou sendo um grande triunfo.”

Embora Michaels tivesse que monitorar seus níveis de insulina na estrada, ele garantiu Nós que ainda havia muitas travessuras de estrelas do rock acontecendo nos bastidores.

“Foi divertido”, ele brincou. “Era como se estivéssemos indo para a faculdade. … É como uma fraternidade selvagem. É como Casa de Animais, Você sabe o que eu quero dizer? Era uma festa de fraternidade todas as noites. Estamos enlouquecendo, nos divertindo.”

Bret Michaels relembra os primeiros dias difíceis e ameaçadores de vida com o veneno 3

CC DeVille, Bret Michaels e Bobby Dall. Ebet Roberts/Redferns

Essa atitude despreocupada se estendeu ao guarda-roupa da banda, que fazia parte de seus shows naquela época tanto quanto sua música.

“Não tínhamos dinheiro… mas éramos o tipo de pessoa inventiva”, explicou Michaels. “Comprávamos em todas as lojas de segunda e terceira mão qualquer tipo de vibração de rua que chamamos de glamour. Nós íamos lá e encontrávamos coisas que custavam US$ 2, US$ 3, e você juntava tudo. … Não posso dizer que todas as minhas decisões de moda tenham sido fantásticas… mas viver o momento daquela época foi fantástico. E eu sempre rio. O que é ainda mais assustador não foi a loucura – é que eu realmente achei que parecia muito legal.”

Antevisão da TV de verão de 2024

Relacionado: Prévia da TV de verão de 2024: por dentro de programas novos e recorrentes imperdíveis

O verão está oficialmente chegando e os fãs de TV estão ansiosos por algum conteúdo emocionante com programas como The Bear e Only Murders in the Building. The Bear, que estreou no Hulu em junho de 2022, apresentou aos espectadores o restaurante The Beef, que foi adquirido por Carmy (Jeremy Allen White) após a morte de seu (…)

Michaels se aprofunda em seu passado com Poison e sua subsequente carreira solo em Biografia: Bret Michaelsque dá início à nova série de especiais da A&E sobre lendas do rock, incluindo Alice Cooper, Dee Snider e Sammy Hagar. Michaels levou os produtores para sua cidade natal, Mechanicsburg, Pensilvânia, para que pudessem ter a experiência completa de Bret enquanto faziam o show.

“Eles estavam dispostos a mergulhar mais fundo, em vez de apenas arranhar a superfície”, disse ele Nós. “Eu disse: ‘Vamos fazer isso durante um período de tempo’. Em outras palavras, ‘Deixe-me levá-lo aos lugares onde cresci, às encruzilhadas da minha vida. Este é um ponto da minha vida que foi um momento decisivo para mim, de pé com minhas botas de trabalho na neve lamacenta, nas pontas de cigarro, e decidi que iria para a Califórnia e escreveria músicas originais e tudo o que fosse preciso .’ É isso que é preciso.”

Biografia: Bret Michaels vai ao ar no A&E no domingo, 16 de junho, às 21h (horário do leste dos EUA). O especial estará disponível sob demanda e para transmissão no aplicativo A&E, AETV.com e nas plataformas VOD dos principais provedores na segunda-feira, 17 de junho.

Fuente