Início Melhores histórias A meia-irmã de Obama está entre as vítimas de gás lacrimogêneo durante...

A meia-irmã de Obama está entre as vítimas de gás lacrimogêneo durante os protestos no Quênia

6

Auma Obama, meia-irmã mais velha do ex-presidente Barack Obama, foi atacada com gás lacrimogêneo na terça-feira enquanto era entrevistada ao vivo pela CNN durante protestos em Nairóbi, capital do Quênia. Os protestos foram contra a aprovação de uma lei financeira que aumenta os impostos sobre muitos bens básicos.

A Sra. Obama estava com um grupo de manifestantes carregando cartazes quando um repórter da CNN se aproximou dela.

“Estou aqui porque – veja o que está acontecendo”, disse ela ao entrevistador. “Os jovens quenianos estão a manifestar-se pelos seus direitos. Eles estão se manifestando com bandeiras e estandartes.”

A Sra. Obama então começou a sufocar com uma nuvem de gás lacrimogêneo lançada pela polícia.

“Não consigo nem ver mais”, disse ela. “Estamos sendo gaseados com gás lacrimogêneo.”

A Sra. Obama cresceu no Quénia e regressou ao país como activista comunitária depois de estudar e viver na Alemanha e no Reino Unido. A sua fundação no Quénia, Sauti Kuu, ou Vozes Poderosas, serve crianças e jovens, especialmente de bairros de lata urbanos e comunidades rurais.

Obama já havia postado fotos suas no protesto nas redes sociais. Enquanto milhares de pessoas marchavam para o Parlamento, a polícia usou gás lacrimogéneo e canhões de água e abriu fogo. Pelo menos cinco pessoas morreram e 31 ficaram feridas, segundo vários grupos cívicos.

Fuente